MENU

Atraídos pelo Bom Pastor

Gosto muito da parábola da Ovelha Perdida, que se encontra no Evangelho segundo São Lucas, capítulo 15, versículos de 1 a 7. Para mim é uma das mais belas manifestações do amor de Deus para conosco, representada de forma simples e fácil de ser entendida pela maioria das pessoas.

O que me chama atenção é o fato de os pecadores terem se aproximado de Jesus, pois para mim esta é a mais perfeita imagem do bom pastor: aquele que atrai a si suas ovelhas. Cristo, recebe os pecadores, recebeu naquele dia e lugar, e recebe hoje nos altares das Igrejas do mundo inteiro, onde é celebrado e adorado na Santa Eucaristia.

O primeiro versículo nos convida a aproximar-nos de Jesus para ouvi-lo. Em tempos como os que vivemos, a escuta de Deus é de extrema importância, pois só Ele tem palavras de vida eterna. O mundo grita de forma desesperada para calar os cristãos. O homem moderno, que pensa não precisar de Deus, acaba assumindo o papel dos fariseus e escribas do segundo versículo, que ao invés de irem até Jesus para ouvi-lo, murmuram e de certa forma olham com condenação para o fato de Jesus estar com pecadores. Logo pensamos, eles o consideravam justo, pois do contrário não se importariam que Ele estivesse entre os pecadores. Assim acontece com a humanidade, que cai no relativismo, consideram Jesus um justo, um grande ser humano, a até, talvez, um deus, mas não se dispõem a ouvir sua palavra, ao contrário injuriam aquele que O ouvem.

E Jesus propõe, tanto aos pecadores como aos fariseus, uma parábola, uma forma simples e clara de explicar a Sua misericórdia. “Quem tiver ouvidos ouça” (Ap 2, 7a), digo isso porque Jesus não impõe sua palavra a ninguém, cabe a cada um de nós se decidir por ouvir ou não o que Ele tem a dizer, mas acredito que os fariseus tenham ouvido a parábola.

A ovelha, mesmo atraída, foge ou se perde no caminho, talvez por descuido, ou por cobiçar coisas diferentes daquilo que é proposto pelo pastor. Mas o pastor, ao perceber a ausência de uma só, a procura com todo fervor, carinho e preocupação, pois sabe a importância de cada uma de suas ovelhas e as ama.

E dessa vez é o pastor que vai em direção da ovelha, para resgata-la, para reensina-la a ouvir Sua voz. Por isso ele a coloca nos ombros, para que fique mais perto de sua boca e se acostume com sua voz, para que quando Ele voltar a chamar ela ouça, e não mais se perca.

Roguemos a Cristo, bom pastor, que nunca nos deixe perder, e que vá em busca daqueles que estão longe de seu amor usando também de Nós. Esta é apenas uma pequena meditação daquilo que é a Parábola da Ovelha Perdida, a parábola de misericórdia de Cristo nosso bom pastor.

Miserere

Leave a Comment!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *