MENU

Seja homem, seja santo

“Esta é a vontade de Deus: a vossa santificação.” (I Tessalonicenses 4,3a) Seja feita então a Sua vontade, sejamos santos. Recentemente me vi, junto com alguns irmãos de caminhada, em um questionamento: onde estão os homens de Deus? Onde estão os homens da Igreja? Se pararmos para pensar veremos que é um questionamento válido e necessário, principalmente nos tempos atuais, onde o ser homem é colocado em cheque a cada dia. Há muito tempo a religião se tornou “coisa de mulher”, podemos notar isso olhando para a história dos nossos pais e avós, observando as últimas gerações antes de nós, nas quais cabia ao pai trabalhar e à mãe cuidar da casa e rezar. Tanto é que muitas vezes, ainda hoje, quando um jovem rapaz começa a se engajar na Igreja logo dizem que será padre. E com isso a masculinidade se esgota, ao invés de se encher como muitos pensam. A banalização do sexo e a pornografia têm transformado homens em meninos, joguetes dos desejos do seu corpo. Os garotos ouvem de seus pais, parentes e amigos que devem ser os “pegadores”, para que assim sejam homens. E como crianças que enjoam de um “brinquedo” e de outro, usam mulheres como […]
Read More ›

É de uma boa amizade que nasce um bom namoro

Uma grande dúvida que a maioria dos jovens católicos solteiros têm é como escolher alguém para namorar. E realmente é muito difícil fazer tal escolha. Mas há algumas coisas que podem nos ajudar nisso, uma delas é, ou são, as amizades. É importante ter boas amizades, estar em um círculo de amigos que pensam e buscam o mesmo que você. Por exemplo, se você é cristão e quer um namoro santo deve estar em meio a pessoas que queiram viver um relacionamento cristão – isso não quer dizer que você não possa ter amigos que tem pensamentos diferentes dos seus em relação ao namoro, mas que o seu(sua) futuro(a) namorado(a) deve estar em meio aqueles que tem valores cristãos. Não adianta se iludir achando que você pode moldar as pessoas e que pode ser fácil viver um relacionamento com alguém que não tenha os mesmos princípios que você. Partilha e oração A amizade é uma espécie de pré-namoro, onde nela você já consegue enxergar os valores do outro e já em um primeiro momento discernir se vale a pena namorar aquela pessoa. É por isso que a amizade é um fator tão importante, pois “é de uma boa amizade que […]
Read More ›

Namoro, dando o devido valor

Hoje em dia cada vez mais a sociedade trata o namoro como um meio de diversão, onde não é necessário o compromisso sério com o outro (o que chega a ser contraditório) por achar que se deve sair por aí conhecendo várias pessoas até se identificar com alguma. Mas como se identificar com alguém, se não há tempo para enxergar o outro como ele realmente é? Se ficarmos apenas na superficialidade e no primeiro obstáculo pulamos para outra relação. Namoro é coisa séria e uma etapa importante para um relacionamento feliz e que dure, é esta etapa o alicerce para um casamento sólido. E não há como conhecer o outro sem gastar tempo, sem renúncia, paciência e espera, isso não vem do dia para a noite. Então quando decidir que é tempo de namorar, viva esse tempo conheça e deixe-se conhecer, largue a desculpa do descompromisso por medo de não dar certo, pois como diz Prof. Felipe Aquino: “o namoro é o melhor momento para um divórcio”, e se ficarmos nos travando de compromisso, nunca conseguiremos decidir de verdade pelo outro. Em um caminho de namoro é preciso ter a certeza que o outro escolheu por você, que ele(a) está tão disposto […]
Read More ›

Ser o oposto do que o mundo é

Quantas vezes cantamos: “preciso ser o oposto do que o mundo é…”? – Varias, talvez esta seja uma das músicas mais populares entre os jovens católicos nos últimos anos – mas será que as palavras e frases da música realmente estão sendo vividas entre nossos jovens? A secularização tem tomado uma proporção enorme, e até assustadora, no meio católico, infelizmente os jovens são educados – ou doutrinados – com ideologias pagãs e ateias que visam a destruição da religião, deixando-os cada vez mais incrédulos. Em um mundo materialista é considerado estranho todo aquele que quer viver uma espiritualidade profunda. Mas onde está o estranho, quem é diferente de quem, acaso não somos todos filhos de Deus? E para o menos crédulos: acaso não somos todos da mesma espécie, nossos direitos não são iguais – ou pelo menos deveriam ? Mas para os que desejam nadar contra a corrente, ou ser oposto do que o mundo é, é necessário estar ciente das realidades do mundo e das conveniências de um jovem cristão. Como vai o mundo Como definir o mundo de hoje e suas patologias? – Eis uma tarefa difícil, talvez até impossível, mas o que deve nos impulsionar é a […]
Read More ›